Investir em Imobiliário? Sim. Com os REITs

Existem diversas formas de investir em imobiliário. Maioritariamente associamos que investir em investimento é comprar uma casa, requalificar um prédio e como isso significa grandes investimentos, muitas pessoas colocam-se de parte e dizem: “ ah isso é para quem ganhou o Euromilhões ou ganhou uma herança”. Parece uma realidade difícil de alcançar porque sempre ouvimos os nossos avós e pais que diziam: “ só consegues ter alguma coisa se te endividares.”. E eles tinham razão. Era a realidade deles. Mas calma, prometo que vou já acabar com a conversa para boi dormir e tentar animar isto.

Portanto, se esta opção fica cara, como investir em imobiliário? E é aí que entram os REITs. Os REITs (Real Estate Investment Trust) são muito semelhantes a fundos de investimento imobiliário só que na realidade funcionam como uma empresa com CEO e um conselho e que investem no mercado imobiliário. Portanto, pode adquirir unidades de participação na Bolsa de diversos REITs que existem.

Na prática o que acontece é que o dinheiro angariado pelos diversos investidores que compram unidades de participação para comprar vários imóveis desde centros comerciais, escritórios, centros de dados, hotéis, hospitais, residências,entre outros. Para o investidor a vantagem então de investir em imobiliário a um baixo custo, e um risco mais controlado uma vez que pode adquirir as unidades de participação que bem entender sem precisar fazer dívidas.

Então, até aqui estamos bem? Ok. Então, por alto de uma forma bem simples mais alguns pontos interessantes. Podes ainda ouvir falar em três tipos de REITs:

  • Equity- Compram os imóveis e obtêm lucro através de arrendamentos;
  • Mortgage- Emprestam dinheiro a proprietários de imóveis e obtêm lucro principalmente através do spread e juros desses empréstimos;
  • Híbridos- Juntam uma mistura dos dois anteriores;

Agora, para uma empresa se qualificar como REITs tem de:

  • Investir pelo menos 75% dos seus ativos em imobiliário, dinheiro ou Obrigações do Tesouro;
  • Obter pelo menos 75% das suas receitas a partir das rendas, juros sobre empréstimos ou de venda de imóveis;
  • Pagar 90% dos lucros em dividendos aos acionistas;
  • Ter mais de 100 acionistas na sua constituição após o primeiro ano de operações;
  • Não ter mais de 50% das suas ações detidas por 5 indivíduos ou menos.

Agora depois desta pequena pincelada sobre REITs e apenas uma pequena nota que enquanto este termo é um termo mais americano, temos também a versão portuguesa já abordada neste vídeo aqui no canal, as SIGI (Sociedades de Investimento e Gestão Imobiliária) e em Espanha as SOCIMI (Sociedade Anónima Cotada de Investimento Imobiliário). Para entendermos, um fundo de investimento imobiliário pode tornar-se um REITs se cumprir os requisitos.

Agora na prática e usando a corretora XTB, vou vos mostrar 5 exemplos de REITs e como adquiri-los uma vez que já abordamos o painel demo da corretora neste vídeo.

Vou escolher 5 REITs com incidência em diferentes tipos de imobiliário:

  • O Simon Property Group (ticker SPG) que aposta em complexos que englobam centros comerciais principalmente com aposta nas marcas de luxo. Para além disso, estes complexos possuem uma área residencial e lúdica;
  • Geo Group (GEO) que aposta na aquisição de edifícios e equipamentos para fins prisionais em território americano; Se seguirmos a premissa que o crime é algo que cada vez mais tem aumentado, o aumento de edifícios para esta finalidade erá uma realidade;
  • Omega Healthcare Investors (OHI) que se enquadra numa vertente para a saúde e que direciona o olhar para a população mais envelhecida e que cada vez mais procura um envelhecimento ativo e centros que disponibilizem um alto padrão de qualidade de vida. Distribui-se maioritariamente nos EUA e Reino Unido;
  • Wp Carey (WPC) destaca-se pelo investimento em imobiliário no ramo empresarial, isto é, que suporta armazéns, escritórios, comércios a retalho, entre outros;
  • O Equinix (EQIX) tem a sua vertente mais direcionada para edifícios construídos para servirem de armazenamento de grandes data centers.

Para seguires os mesmos na XTB, basta acompanhares este vídeo.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.